Neurociência no tratamento dos transtornos depressivos

  • Dr. André Leandro K. Castanhede Professor Orientador. Doutor Honoris Causa. Universidade San José, Doutor h.c. pela Faculdade Ciências Médicas FABIC, Formação em Naturopatia (Logos University Int., Gestão de Práticas Integrativas e Complementares, Mestre em Motricidade Humana - UCB-RJ. Professor Honoris Causa pela Logos University Int., Doctor in Health Science (D.L.) Logos University Int. e Universidade da Califórnia.
  • Dr. Fabiano de Abreu Agrela Rodrigues PhD, neurocientista, mestre psicanalista, biólogo, historiador, antropólogo, com formações também em neuropsicologia, psicologia, neurolinguística, neuroplasticidade, inteligência artificial, neurociência aplicada à aprendizagem, filosofia, jornalismo e formação profissional em nutrição clínica - Diretor do Centro de Pesquisas e Análises Heráclito; Chefe do Departamento de Ciências e Tecnologia da Logos University International, UniLogos; Membro da Federação Européia de Neurociências e da Sociedade Brasileira e Portuguesa de Neurociências. Universidades em destaque: Logos University International, UniLogos, Nova de Lisboa, Faveni, edX Harvard, Universidad de Madrid. https://orcid.org/0000-0003-0112-2520
  • Paulo Fernando Lopes Dias Alves Neurocirurgião Intensivista e Médico Pesquisador Instituto Brasil Futuro.
  • Margieli dos Reis Alves Enfermeira, pós-graduanda em Saúde Mental, Desenvolvimento Humano e Gestão das Emoções, PUC Paraná
  • Dr. Francis Moreira da Silveira Médico psiquiatra, especialista em dependência química. Membro da associação Brasileira de Neuropsiquiatria e Membro efetivo da associação Brasileira de Psiquiatria.

Resumen

Como a neurociência pode tomar a frente no desenvolvimento de tratamento dos transtornos depressivos? Desse modo, faz se necessário entender que o transtorno neurobiológico da depressão, é  um tema dos estudos no sentido de decifrar a mente humana, observando a complexidade do Sistema Nervoso Central , entendendo o que pode ser limitante durante as neurotransmissões, os prejuízos visualizados no SNC por meio das neuroimagens feitas internamente no cérebro, e claro, as possíveis medidas de intervenção tradicional e as novas descobertas que podem ser a chave para  entender a neurociência da depressão. A modernização dos exames para investigação do sistema nervoso central (SNC) são grandes ferramentas que contribuem com a psiquiatria de modo geral. Os estudos científicos desenvolvidos atualmente consideram muito além dos aspectos mentais. Desta forma, a neurociência se insere no vasto campo dos transtornos cognitivas.

Palabras clave: neurobiologia da depressão, neurociências, sistema nervoso central, distúrbios cognitivos

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Citas

ALMEIDA, Francisco. EMDR E Mindfulness como Abordagem Integrativa em Psicoterapia: um estudo de caso. Repositório FPCUP, out,2017. Disponível em <https://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/108501/2/227283.pdf> Acesso em: 29 de jul.2021.

AMERICAN PSYCHIATRIC ASSOCIATION - APA. Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais: DSM-5. Porto Alegre: Artmed, 2014.

BAREMBOIM, Ivan. A neurobiologia da Depressão e do seu tratamento. OHR Psiquiatria. 2020. Disponível em <https://clinicaohrpsiquiatria.com/a-neurobiologia-da-depressao/> Acesso em: 29 de jul. 2021.

DELOUYA, Daniel. Depressão: Clínica Psicanalítica. São Paulo: Casa do Psicólogo 5ª ed. 2001. Disponível em <https://books.google.com.br/books?hl=pt-BR&lr=&id=2qpahi1esjoC&oi=fnd&pg=PA1&dq=origem+da+depress%C3%A3o&ots=i9GhrnVv8p&sig=zSNRnpWCIXAnZliKs84Vvg23Ao8#v=onepage&q=origem%20da%20depress%C3%A3o&f=false>. Acesso em 18 de jul. 2021.

LAGE, Jorge. Neurobiologia da Depressão. Repositório FMUP: Porto, 2010. Disponível em <https://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/53466/2/Neurobiologia%20da%20Depresso.pdf>. Acesso em: 29 de jul. 2021.

MARTINS, Daiane. Curiosidades da Neurobiologia dos transtornos psiquiátricos. Vida mental, Dez, 2017. Disponível em <https://www.youtube.com/watch?v=pugMwQpiFLY>. Acesso 28 de jul. 2021.

MESQUITA, Fernando. Terapia EDMR. 2020 Disponível em <https://www.fernandomesquita.net/sobre-mim> Acesso 29 de Jul. 2021.

NEUROCIRURGIÃO SP. Surgimento de Neurologia. 2019 Disponível em <https://neurocirurgiaosp.com/neurologia-e-neurocirurgia-origem>. Acesso 28 de jul. 2021.

RAMOS, Ângela. Neurobiologia da Aprendizagem. Taguatinga, 2014. Disponível em <https://pt.scribd.com/document/351696490/Neurobiologia-Da-Aprendizagem>. Acesso 28 de jul. 2021

RAVAGNANI, P; ALVES, J. Os Recursos Da Neurociência No Âmbito Da Educação. 2019 Disponível em <https://pt.scribd.com/document/400943748/Freire-e-neurociencias-pdf>. Acesso 28 de jul. 2021.

RODRIGUES, Maria. O Diagnóstico de depressão. Revista Scielo do Brasil. São Paulo, USP, 2000. Disponível em <https://www.scielo.br/j/pusp/a/pLGJppkNXcmwHdpQ5T3T5xQ/abstract/?lang=pt>. Acesso em 19 de jul. 2021.

Stahl SM. Psicofarmacologia: bases neurocientíficas e aplicações práticas. 4. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2014.

TEODORO, Wagner. Depressão, corpo, Mente e Alma. Uberlândia- MG: 2009. Disponível em <https://books.google.com.br/books?hl=pt-BR&lr=&id=jzx0LDwRW-oC&oi=fnd&pg=PA87&dq=surgimento+da+depress%C3%A3o&ots=o09NFLeeib&sig=soPS4cAhoHpywyz4cnJepF9gBwQ#v=onepage&q&f=false>. Acesso dia 17 de jul. 2021.

ROZENTHAL; LAKS; ENGELHARDT. Aspectos Neuropsicológicos da Depressão. Revista Scielo ago., 2004. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rprs/a/CLYL7Tmqw7vjWbCRJndzMSJ/?lang=pt&format=pdf>. .

Publicado
2021-11-30
Cómo citar
K. Castanhede, D. A. L., Agrela Rodrigues, D. F. de A., Lopes Dias Alves, P. F., dos Reis Alves, M., & Moreira da Silveira, D. F. (2021). Neurociência no tratamento dos transtornos depressivos. Ciencia Latina Revista Científica Multidisciplinar, 5(6), 11044-11059. https://doi.org/10.37811/cl_rcm.v5i6.1149
Sección
Artículos